O amor é para os fortes...

 

E se o seu coração depois de tudo, decidisse amar de novo? Uma vida sem amor não valeria a pena!Mas e o coração partido como faz?

Certa vez eu amei alguém, acredito que certa vez todo mundo já amou alguém. Eu amei, me entreguei e fui além, dei meu coração de bandeja. Mas quem nunca entregou também? Sim! Eu não me envergonho de dizer que eu investi em um amor falido, mas quem vai saber que um amor pode não ser amor, em  uma metáfora poderia dizer que peguei todo o meu dinheiro e coloquei em uma conta, o único problema é que eu não quis ler o contrato, estava empolgada de mais com esse tal do amor.

Resultado foi que o meu dinheiro acabou, meu banco faliu e eu não tinha uma conta na Suíça. Enfrentei todos os meus inimigos de uma só fez, o primeiro foi o senhor solidão, nossa como ele aterrorizou as minhas noites, ele roubou o meu sono e levou com ele a minha paz. A paciência nunca me encarou, vive correndo de mim.

Mas eu também nunca quis me tornar amiga deles. Mas o maior de todos redundantemente continuava a me esperar, ele sabia que contra ele eu nada poderia tentar... Sim, Senhor tempo eu nunca tive empatia por você. Cada vez que ouvia que seria necessário aguarda que você passasse, mas repudio de você eu sentia. Não queria trégua, mas o que poderia eu, uma mera mortal fazer? Então decidi que se fosse para mudar eu iria começar acrescentando mais dois pontos ao meu ponto final.

R E C O M E C E I! Fiz as pazes com a solidão, foi através dela que me encontrei, sim eu tenho essência. A paciência hoje vive em torno de mim, ela só vai embora se eu gritar, fora isso ela passou a me suportar. E você senhor tempo? Logo você me ensinou a coisa mais importante que hoje eu sei. Você me ensinou que o amor requer esperas, que na vida tudo tem seu tempo.

E que a alegria ela não esta nas chegadas ou nos finais, mas ela esta no caminho, nos encontros, nos tropeços e nos aprendizados. A lição de tudo isso é que antes de conhecer o amor da sua vida, a vida vai te ensinar a como amar o amor da sua vida.

 

Mialuz